Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos até 07 de Outubro/17

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos até 07 de Outubro/17

Mais um domingo e mais projetos super interessantes no Catarse. Confira:

Salto

 

Salto é uma Fantasia Steampunk, escrito e desenhado por Raphael Câmara Pinheiro na França quando morava em Angoulême em seus estudos sobre a nona arte.

O livro conta a história de Nu, um habitante de uma cidade subterrânea onde todos são feitos de fogo. Eles vivem nessa cidade por medo da chuva que assola o mundo exterior e dependem de uma fábrica de oxigênio para manter suas chamas acesas.

Depois de testemunhar algo que não devia, Nu é obrigado a deixar a civilização e se aventurar na caverna onde descobre um segredo que pode mudar a vida de toda a cidade.

O primeiro capítulo dessa história foi publicado numa antologia na França no primeiro semestre de 2017, agora eu pretendo usar o Catarse para trazer o projeto para o Brasil.

Autores:    Raphael Câmara Pinheiro
Tamanho:  21 x 28 cm
Número de páginas: 96
Último dia: 01/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 40,00

Link: https://www.catarse.me/salto_steampunk?ref=ctrse_explore_featured

A Samurai – Primeira Batalha

Michiko é uma jovem que foi vendida ainda bebê para o okiya (a casa das gueixas) para ser treinada como uma delas. No entanto, seu maior sonho é encontrar a verdadeira família e, para realizá-lo, ela decide quebrar as regras da sociedade japonesa, estratificada e machista, para tornar-se uma samurai.

Nesta HQ, encontraremos uma Michiko adolescente e inexperiente, que acabou de ingressar para o exército do daimyou (senhor feudal) Toyotomi. E, antes mesmo que ela pudesse refletir sobre como agir, a samurai iniciante é colocada em uma arriscada batalha que trará consequências irreversíveis para a sua vida.

Autores:    Mylle Silva (roteiro)
Renata Nolasco, Mary Cagnin, Chairim Arrais, Má Matiazi, Jéssica Lang (Arte)
Tamanho:  15 x 21 cm
Número de páginas: 64
Último dia: 06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 25,00

Link:       https://www.catarse.me/asamurai-primeira-batalha?ref=ctrse_explore_featured

As histórias mais sem graça do mundo

 

Com uma narrativa que transita entre as histórias em quadrinhos e o texto de stand-up comedy, As histórias mais sem graça do mundo aborda temas como a vida universitária, ser professor da rede pública, obesidade infantil, bullying, música, polidactilismo, trânsito, gourmetização, contos de fadas, arte contemporânea, cinema, relacionamentos, programa da Fátima, como é ser um bosta, MMORPG… Entre outros assuntos cotidianos, sempre com as piores piadas possíveis. Afinal, as piadas ruins é que são boas.

As histórias mais sem graça do mundo nasceu na página homônima no Facebook em setembro de 2016. Com tiras postadas toda segunda, quarta e sexta e textos de humor toda terça, hoje a página contém cerca de 150 000 seguidores. A proposta do projeto é reunir as melhores publicações em um livro de 144 páginas.

Autores: Edegar Agostinho
Tamanho: 15 x 15 cm
Número de páginas: 144
Último dia:  06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 25,00

Link:  https://www.catarse.me/semgraca?ref=ctrse_explore_featured

Um Começo

“Um Começo” é a nova HQ de Wesley Samp. Após dez anos dedicado às tiras para internet, o autor prepara sua primeira história longa neste quadrinho inédito.

O livro utiliza personagens de sua primeira série de webtiras, Os Levados da Breca, e conta a história de Paulo, um garoto ranzinza que precisa lidar com as mudanças que ocorrem na sua rotina com a chegada de um novo vizinho.

Os Levados da Breca é a minha primeira série de tiras em quadrinhos. Publicadas na internet desde 2007, as histórias trazem, com bom humor, um olhar crítico sobre a sociedade, política e comportamento. Tudo isso sob a perspectiva de um grupo de crianças, especialmente Paulo e Wes, dois amigos com visões antagônicas sobre o mundo.

Os Levados da Breca também foram publicados em diversos livros, jornais e revistas. Em 2016 as tiras foram compiladas na coletânea impressa “As filosofias de recreio de Paulo e Wes”, indicada ao Troféu HQMIX de melhor publicação de tiras.

Autores:  Wesley Samp
Tamanho: 25 x 17 cm
Número de páginas: 40
Último dia: 06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 15,00

Link:      https://www.catarse.me/loveofthedead?ref=ctrse_explore_featured

Love of the Dead

George é um zumbi que vive numa monótona horda de mortos vivos. Mas ele é um pouco diferente. Ao invés de dilacerar corpos e devorar cérebros, a única coisa que George quer é encontrar alguém para amar. Nessa busca, ele passa seus dias perambulando a procura de alguém que retribua esse sentimento. Mas um dia, George resolve dar um passo além de sua vizinhança à procura de seu grande amor. É aí que nossa aventura começa. Acompanhe nosso amigo nessa jornada cheia de amor, romance, descobrimento e, claro, miolos.

Autores: Werllen Holanda
Tamanho: 23 x 17 cm
Número de páginas: 46
Último dia: 07/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 30,00

Link:      https://www.catarse.me/loveofthedead?ref=ctrse_explore_featured

 

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

 

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando em 25/Set/17

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando em 25/Set/17

Poucos projetos sendo encerrados nesse final de setembro, mas com a mega franquia Caçada Até a Última Bala de Marcus Vinicius Alves Rodrigues.

Caçada Até a Última Bala

Olá, se você está lendo isso, é um sobrevivente! Caso ainda não conheça o Caçada Até a Última Bala é um projeto que teve início em 2010, como uma expansão da história de um curta metragem feito na minha faculdade. Hoje ele já conta com 5 edições (4 edições + 1 Remake da primeira edição).

Cada edição de Caçada Até a Última Bala conta a história de um personagem em um mundo pós-apocalíptico dominado pelo caos, as histórias se entrelaçam de herói para herói (as vezes nem tão heróis assim) formando um universo e mitologia única. A proposta é trazer para as páginas um pouco da arte dos clássicos do cinema e da cultura pop das década de 70, 80 e 90. Desde os clichês exagerados do Western Spaghetti ao clima dark dos anos 80, Caçada até a Última Bal transforma a história do futuro da humanidade em um clima Far West e sombrio, que eu chamo de Sci-fi – Gore – Western.

Esta nova edição de Caçada até a Última Bala, “Willian, A Face da Morte”, conta a história do Projeto D.E.U.S. um protótipo supostamente abandonado de um super computador capaz de sintetizar uma partícula chamada “Força Regente”, que poucas palavras, é a Alma de um indivíduo em sua versão sub-atômica. Há anos, D.E.U.S., pretende criar um novo messias para a humanidade, através de um purgatório virtual conhecido como “A Caçada” que tem o objetivo de por a prova até o último dos limites de cada indivíduo. Mas para isso conta com a ajuda de Willian, seu anjo da morte. Uma criança misteriosa, que ao mesmo tempo é doce e inocente mas pode se tornar violento e assustador. Tudo que Willian deseja é ser como um garoto normal, mas sempre é frustrado pelo seu dever de ajudar seu mestre nos preparativos para a escolha do messias, até agora…

Autores: Marcus Vinicius Alves Rodrigues
Tamanho: 17 x 26 cm
Número de páginas: 68
Último dia: 25/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 30,00

Link:                      https://www.catarse.me/CAUB2?ref=ctrse_explore_featured

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

 

Quadrinhos | Astro City – A Cidade dos Super-Heróis

Quadrinhos | Astro City – A Cidade dos Super-Heróis

Nesta semana, trago a todos uma interessante série mensal de quadrinhos que inova na forma de tratar super-heróis. Com roteiros de Kurt Busiek, desenhos de Brent Eric Anderson e capas de Alex RossAstro City foca suas histórias em, ora pequenos contos, ora em um conjunto de edições, sobre a vida de heróis, vilões, super grupos, ou simplesmente do cidadão comum que vive em uma cidade povoada por supers.

A série foi lançada entre 1995 e 2010, e passou por diversas editoras: ImageHomage Comics, uma subdivisão da Wildstorm e, finalmente, a própria Wildstorm depois de ser incorporada à editora DC Comics.

Como mencionado acima, esta série conta diversas histórias de personagens que moram na cidade de Astro City. Conhecida por ter a maior concentração de pessoas super poderosas por metro quadrado, ela se tornou a Meca dos super seres por ser a residência do primeiro super-herói público: Air Ace, um veterano combatente da Primeira Guerra Mundial. Embora extremamente importante, este personagem é apenas um gancho para explicar o motivo da centralização de meta-humanos.

São, principalmente, dois grupos de histórias. As primeiras que foram lançadas entre 1995 e 2005 e se concentram principalmente no presente e, nos dois arcos seguintes, personagens apenas mencionados são melhor explorados em Dark Age, que se passa na década de 1970.

Astro City e seus criadores ganharam uma série de prêmios Eisner e Harvey, dos quais eu destaco: em 1996, nos dois eventos, ganhou Melhor Nova Série, em 1997 e 1998 ganhou o Eisner de Melhor Série Continuada, Harvey de Melhor série continuando ou limitada em 1998. Além de ter edições avulsas e republicações em encadernados, também recebendo diversos prêmios.

A série, que já teve 58 edições, entre especiais e mensais publicados nos EUA, no Brasil, teve apenas metade das edições publicadas nas editoras PandoraPixel e Devir. Embora as histórias tenham certa interdependência, a forma completamente errática impossibilita acompanhar mais a fundo a vida dos moradores de Astro City. A editora Pixel até teve uma tentativa louvável ao começar com a primeira edição do segundo volume da série intituladoBem-Vindo a Astro City, um verdadeiro cartão de entrada para o leitor que acompanha um novo morador da cidade, onde nos são apresentadas as principais personalidades, eventos e origem da cidade. Infelizmente, o fim prematuro desta editora acabou nos deixando órfãos da cidade.

Nos EUA, a revista não foi cancelada por falta de vendas, mas por problemas de saúde de Busiek, o fim do selo Wildstorm e o reboot da DC. No início do mês de março deste ano, Kurt Busiek garantiu que Astro City retornará às bancas a partir de junho. Para alívio dos antigos fãs, mesmo saindo pela DC, ela não participará do reboot ou de qualquer uma das 52 Terras. Resta-me apenas fazer o apelo que sempre faço ao fim de cada texto. Quem estaria interessado em publicar esta, diversas vezes premiada, série de quadrinhos?

ATUALIZAÇÃO – a matéria foi originalmente publicada em 2013, e até então esse era o cenário de Astro City no Brasil e nos EUA. Nesse mesmo ano Kurt Busiek retornou ao título e ainda temos material inédito sendo lançado, atualmente com 14 encadernados completos. A Panini, e sua cruzada por retomar títulos descontinuados por outras editoras republicou os primeiros seis volumes intercalando com a produção mais recente, de forma que chegou a lançar do 1 ao 6, o 9 e 10. Infelizmente devido à vendas insatisfatórias o título foi colocado mais uma vez na geladeira.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

 

Quadrinhos | O Capital em Mangá

Quadrinhos | O Capital em Mangá

Há duas semanas eu resenhei a adaptação em quadrinhos do clássico literário de William Shakespeare, o Rei Lear. Na mesma coleção da japonesa East Press, e publicado pela JBC em 2011, acompanhe aqui a resenha de outro clássico: O Capital de Karl Marx. Na obra original temos um conjunto de textos que analisam o sistema econômico capitalista que cresceu a partir da Revolução Industrial e acentuou a desigualdade social, a submissão e exploração do trabalhador. Mas como transpor uma obra teórica para uma linguagem em quadrinhos?

Ao longo do mangá acompanhamos os postulados teóricos apresentados por Marx de forma romantizada. A mais valia, o valor agregado do trabalho ao produto, valor de uso e trabalho agregado são apenas alguns dos termos tratados nessa obra, mas apresentados de forma orgânica à uma narrativa ficcional.

Seguimos o protagonista Robin, um jovem produtor de queijo que é conquistado pela possibilidade de riqueza proporcionada pela transformação de sua produção artesanal em industrial. Ele enfrenta a resistência do pai que acredita em uma vida menos ambiciosa e mediana, onde o trabalho deve ser suficiente para manter as necessidades mais básicas sem depender da exploração do trabalho ou dinheiro de outras pessoas. O garoto vive ressentido pela morte da mãe que, segundo Robin, poderia ter sobrevivido se eles tivessem mais dinheiro e assim embarca no sonho capitalista ao ser convencido de seu potencial por um grande investidor chamado Daniel.

A história se desenvolve com o garoto da fazenda firmando acordo com frio empreendedor e, para conseguir pagar o auxílio, passa a tocar sua fábrica de acordo com os ensinamentos de Daniel: máximo lucro com custo mínimo, mesmo às custas da saúde dos trabalhadores que comanda. Em paralelo à trama principal do Robin, presenciamos alguns momentos da vida de Karl, um de seus trabalhadores que começa a questionar a exploração e chamar outros colegas para se conscientizarem.

Outro elemento bem interessante é que no momento que Robin começa a refletir sobre a exploração que impõe aos seus empregados, pensa também em sua própria situação. Dono de uma pequena fábrica, acha que comanda a força de trabalho em prol de seu próprio enriquecimento, mas é nesse momento que percebe que pequenos e médios empresários não estão “por cima da carne seca”, pois também são explorados por seus investidores, empresários e bancos, os verdadeiros predadores do capitalismo.

Em tempos de revisão das leis trabalhistas, ou melhor, fim da proteção do empregado, onde o empregador pode coagir um trabalhador a se sujeitar à diferentes níveis de exploração. Esta é uma leitura leve, mas obrigatória. Cansamos de ver nos telejornais a propaganda de que um trabalhador não precisa de horário de almoço, ele pode comer um sanduíche com uma mão enquanto aperta o parafuso com outra. Empresas que obrigam seus funcionários à venderem suas férias com a desculpa que eles vão ganhar mais dinheiro, mas na realidade só querem o explorar ainda mais.

Enfim, esse mangá é bastante interessante por apresentar, de forma didática e leve, conceitos que nos levam a questionar e refletir sobre a situação em que nos sujeitamos todos os dias. E aos defensores de que não podemos ter ideologias em nossos filmes, quadrinhos ou mídias de “divertimento”, saiba que há ideologia em tudo, os jornais e propagandas, as novelas e os filmes mais rasos que assistimos, todos refletem os posicionamentos de seus idealizadores, visões de mundo que o diretor, produtor, jornalista editor ou dono da emissora quer passar. Ter acesso a obras como O Capital, essa adaptação em mangá ou a obra original de Karl Marx não é uma forma de doutrinar, mas de apresentar visões diferentes que nos permitem refletir sobre nossa realidade, questionar o mundo em que vivemos e assim lutar por direitos, novos ou simplesmente  para mantê-los.

A revista faz parte de uma extensa coleção da East Press que adaptou clássicos da literatura e textos filosóficos para o mangá no Japão entre os anos de 2007 e 2016. Infelizmente no Brasil foram lançadas pela JBC apenas duas edições em 2011. Muito do fracasso dessa iniciativa eu delego ao preço cobrado na época em relação à qualidade gráfica, pois além de ter sido lançado em um papel de baixa qualidade (famigerado papel jornal de baixa gramatura que rapidamente amarela), vinha com o preço de capa de R$ 19,90, muito acima do valor praticado na época para publicações com a mesma qualidade. Atualmente é possível encontrar os dois volumes lançados (Rei Lear e O Capital) juntos custando os mesmos R$ 19,90 ou até mais baratos em eventos e promoções.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

 

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando de 12 a 15 de Setembro/17

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando de 12 a 15 de Setembro/17

Neste domingo temos menos projetos terminando daqui à duas semanas, mas ainda assim teremos grandes obras como a republicação do primeiro volume de Sharaz-de.

SHARAZ-DE: CONTOS DAS MIL E UMA NOITES VOL. 1

O livro que trouxe de volta ao Brasil a arte magistral do italiano Sergio Toppi, depois de quase quarenta anos de ausência. O primeiro livro da editora Figura teve um grande impacto. Foi chamado de “o quadrinho do ano” pelo vlog Pipoca e Nanquim, figurou no top 10 de 2016 do crítico e editor Sidney Gusman assim como em diversas listas dos melhores lançamentos do mercado nacional, e hoje está nominado ao prêmio HQ Mix, em duas categorias. Assim, a primeira edição esgotou em poucos meses. O apelo dos fãs foi responsável por esse projeto de reimpressão. E aqui está a oportunidade de adquirir o livro com um desconto de 25%.

Autores: Sergio Toppi
Tamanho: 21,5 x 30 cm
Número de páginas: 160
Dias restantes: 12/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 60,00
Link: https://www.catarse.me/sharaz_de_contos_de_as_mil_e_uma_noites_vol_1_95bf?ref=ctrse_explore_featured

OGÍGIA

OGÍGIA conta a história de uma astronauta que, presa durante sua solitária missão no espaço, começa a relatar seu dia a dia e saudades de casa em seu diário de bordo. Esse diário de bordo se intercala com páginas de história em quadrinho, que ajudam a contar essa história sobre solidão e essa sensação de “pequenês” quando nos deparamos com o imenso espaço que nos cerca.

Essa pequena HQ, escrita e ilustrada por Laís Machado, foi inteiramente desenvolvida como projeto artístico durante o primeiro semestre de 2017 no curso de Belas Artes da UFRRJ.

Autores: Laís Machado (vagalumie)
Número de páginas: 32
Último dia: 12/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 20,00

Link: https://www.catarse.me/ogigia_0b5a?ref=ctrse_explore_featured

金 KIN: A garota fantasma da Liberdade

No coração vibrante da cidade de São Paulo, existe uma lenda urbana: a garota fantasma da Liberdade, como as pessoas a chamam, entre sussurros.

Ocasionalmente, no bairro japonês, ela é vista durante as madrugadas, sempre no escuro. Às vezes você pode ouvir os seus passos, correndo sobre o viaduto da Rua Galvão Bueno. Você pode ver o seu vulto, saltando de poste em poste. Você pode ver a sua espada. Mas jamais o seu rosto.

Autores: G. Profeta (roteiro) Fabio Vieira (arte)
Tamanho: 19 x 28 cm
Número de páginas: 80
Último dia: 15/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 30,00

Link: https://www.catarse.me/kin?ref=ctrse_explore_featured

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

 

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando entre 1 e 9/SET/17

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos terminando entre 1 e 9/SET/17

Não é de hoje que o financiamento coletivo surgiu como alternativa para quadrinistas publicarem suas obras de forma independente. Muitos autores passaram a lançar seus projetos anualmente por meio de plataformas como Catarse e Kikante, mas como ficar sabendo de tudo? Por isso, o Tapioca Mecânica resolveu criar uma nova coluna reunindo alguns dos projetos mais interessantes que estão na reta final do desafio. Todo domingo reunirei alguns projetos que se encontram de 15 a 20 dias para o fim do projeto.

Nessa estreia, confira a primeira leva de projetos que reúne desde séries de sucesso como Mayara & Annabelle e Beltanos e Beltranas, além de livro ilustrado, artbook e estreias. Mas cuidado para não gastar de mais.

Todos assumimos personas sociais para conviver nos diferentes espaços que fazem parte de nosso cotidiano. Já parou pra pensar como é para uma mulher transitar entre essas personas em nossa sociedade? Cada capítulo uma personagem diferente tentando encaixar-se em sentimentos e vivências distintas.

Histórias rápidas, contadas com imagens e poucas palavras, assim é apresentado o artbook Personas Femininas. Mulheres fortes de diferentes idades, habitam um espaço psicológico e carregam a missão de personificar as palavras que parecem defini-las em determinados momentos de suas vidas. Apesar desta árdua luta, acabam sempre em transformação.

Autora: Carolina Sobreira
Tamanho: 14,8 x 21 cm
Número de páginas: 72
Dias restantes: 01/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 35,00
Linkhttps://www.catarse.me/personas_femininas?ref=ctrse_explore.

AMAHOY

O projeto busca viabilizar a impressão do primeiro volume dos contos de AMAHOY, uma HQ independente publicada na internet desde dezembro de 2016.

A história é sobre um mundo fantástico e seus habitantes, lutando pela sobrevivência contra um grande mal que os ameaça. É uma história simples e emocionante, que fala de coragem e união com um estilo próprio, repleta de mistérios e ação e sem nenhum balão de texto, toda falada na língua imaginária desse universo.

O primeiro capítulo já está online, e pode ser lido gratuitamente no site e no app do Tapastic, o segundo está quase finalizado e também disponibilizado, o final dele sairá primeiro com o livro impresso. Então se você for um dos apoiadores, vai poder ler em primeira mão assim que sair.

Autor: Thiago Egg
Tamanho: 15 x 21 cm
Número de páginas: 80
Dias restantes: 02/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 25,00
Linkhttps://www.catarse.me/amahoy?ref=ctrse_explore_featured

Black Friday

A Black Friday é uma revista em quadrinhos que fala sobre o negro no Brasil e no mundo. Ela surgiu da necessidade de expressar o meu ponto de vista sobre o racismo, preconceitos e desigualdades sociais que ocorrem em nosso país e mundo afora.

O projeto prevê páginas não sequenciais, que funcionam de forma independente, mas com um  fio condutor como tema. O nome, “black friday”,  foi adotado pelo autor tanto como referência ao dia das “liquidações”, quanto para indicar o dia de publicação da webcomics: sextas-feiras.

Autor: Robson Moura
Tamanho: 25,5 X 17,0 cm
Número de páginas: 48
Dias restantes: 06/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 15,00
Linkhttps://www.catarse.me/blackfriday?ref=ctrse_explore

Nas Terras Ipuarana: Ilustrado e em quadrinhos

Escrito pelo historiador José Eudes F. da Silva (UEPB) e desenhado pelo ilustrador João Paulo F. da Silva (UFCG), filhos de agricultores do brejo paraibano. É um Livro ilustrado e em quadrinhos que nasceu de uma pesquisa qualitativa, bibliográfica e documental. Ao longo do projeto delimitaram-se entrevistas que tornaram possíveis a coleta, a descrição e a ilustração dos relatos dispersos no imaginário popular das terras Ipuarana (nome de origem indígena), próximo à cidade Campina Grande PB.

Autores: José Eudes F. da Silva (roteiro) e João Paulo F. da Silva (arte)
Tamanho: 20,5 x 21 cm
Número de páginas: 44
Dias restantes: 07/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 20,00
Linkhttps://www.catarse.me/nas_terras_ipuarana_ilustrado_e_em_quadrinhos_59b8?ref=ctrse_explore

Beltranos e Beltranas

O final da trilogia dos livros de tirinhas da coleção “Fulanos, Ciclanos, Beltranos”!

Em cada um dos livros, o autor convida 50 artistas para redesenhar uma tirinha sua. Nas minhas tiras, a abordagem visual foi mantida, uma produção quase Fordista onde o que importa é o texto. É a lógica da repetição.

Nesta coleção, a brincadeira é exatamente a oposta: a variação – a lógica do orgânico, ao invés da máquina. A cada tira, tudo muda. Menos o roteiro, e as joaninhas, que dão unidade para a obra. Assim foram convidados 50 artistas para fazer sua própria versão das joaninhas.

Dentre as recompensas é possível adquirir outros quadrinhos do mesmo autor:

Fulanos, Ciclanos, Beltranos: Já sabe, cada um tem 50 tiras e 50 artistas diferentes.
Primeiras Impressões: 150 tirinhas, coletânea dos 4 primeiros anos de site.
Conto Brasileiro: romance estruturado em 100 mini-contos sequenciais.
Tangram: HQ de super-heróis, está na edição 5 agora, a temporada termina na 7.
E quem quiser ler as tirinhas pode acessar o site do Pedro: joaosejoanas.com

Autores: Pedro Hutsch Balboni (roteiro) e 50 desenhistas (arte)
Tamanho: 21 x 14 cm
Número de páginas: 56
Dias restantes: 08/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 20,00
Linkhttps://www.catarse.me/beltranos?ref=ctrse_explore_featured

Balas Contadas

Balas Contadas é uma aventura de Velho Oeste sobre um bando de foras-da-lei atrás de um tesouro perdido. Teller, o líder do Bando Ébrio, vai contar histórias sobre seus companheiros e mostrar que ser parceiro é mais do que estar junto, se embriagar, dar cobertura em tiroteios ou em brigas de bar.

Um quadrinho com muita ação inspirado nos clássicos do Velho Oeste italiano e acompanha tudo que um grande clássico do gênero pede: deserto, locomotivas, pólvora e muito Whisky. Tudo isso é pano de fundo para uma história sobre companheirismo, lealdade e, por conta dos perigos constantes, também é uma história sobre perda.

Autores:              Hiram Miller
Tamanho:           17cm x 26cm
Número de páginas: 80
Dias restantes: 09/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 30,00
Link https://www.catarse.me/balascontadas?ref=ctrse_explore_featured

Mayara & Annabelle Vol. 4

Mayara, assistente técnica em combate da Secretaria de Controle de Atividades Fora do Comum de São Paulo, acusou o subsecretário de ser um demônio. Sem conseguir comprovar tal alegação, foi punida com uma transferência para a secretaria do Ceará, localizada na capital Fortaleza.

Foi lá que conheceu a maga Annabelle, única funcionária além de Miguel, o secretário, e onde enfrentou um pistoleiro-demônio e meteu-se no sertão numa disputa entre famílias de feiticeiros e demônios.

Meses passaram-se e ela, já acostumada a nova vida, ficou sem chão ao receber a notícia que Salgado, seu mentor na SECAFC SP, foi gravemente ferido.

Agora, ao lado de Annabelle, Mayara volta a São Paulo para descobrir o que aconteceu — e também para acertar contas com seu passado.

Criado e ilustrado por Talles Rodrigues e com roteiro de Pablo Casado, MAYARA & ANNABELLE é uma série de álbuns de periodicidade anual sobre funcionárias públicas que combatem demônios e outras criaturas sobrenaturais, que para chegar ao seu quarto volume precisa do seu apoio!

Autores: Pablo Casado (roteiro) Talles Rodrigues (arte)
Tamanho: 17 x 26 cm
Número de páginas: 70
Dias restantes: 09/09/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 35,00

Link: https://www.catarse.me/mea4?ref=ctrse_explore_featured

 

 

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio