Literatura | Resenha | Atômica: A Cidade Mais Fria

Literatura | Resenha | Atômica: A Cidade Mais Fria

por Lucas Ferreira

Criado e escrito por Antony Johnston e ilustrado por Sam Hart a Graphic Novel Atômica A Cidade Mais Fria (originalmente publicado como The Coldest City) chegou ao Brasil junto com sua adaptação para as telonas em uma bela edição luxuosa capa dura pela editora Darkside em seu novo selo exclusivo para quadrinhos.

No final da guerra fria, Lorraine Broughton agente do MI6, enviada para parte ocidental de Berlim, com a ajuda de David Percival (BER-1), tem a missão de resgatar a lista com nome e cargo de todos os agentes que estão em atividade em Berlim antes que caia na mão da KGB ou de outro serviço secreto. Sua missão começa dias antes da queda do muro de Berlim, após o agente britânico James Gascoine (BER-2), que estava negociando a lista com LUNETA (SPYGLASS no original), ser assassinado.



Transitando entre o passado e o presente, a história começa com Lorraine em um interrogatório após sua missão, relatando a sua versão dos acontecimentos na cidade mais fria, no meio de conspirações de agentes duplos e mercenários que atendem pelo nome de Homens de Gelo. Sem saber em quem confiar, nem mesmo em seu parceiro BER-1, busca o auxílio de pessoas fora MI6, se relaciona com um agente francês para conseguir informações, a agente Broughton usa todos os meios possíveis para sobreviver até localizar a lista.

Antony Johnston soube construir a trama com uma investigação cheia de detalhes que se copilam no final da Graphic novel em um rápido plot-twist, Sam Hart ilustra a HQ em PB com uma arte noir bem minimalista, trabalhando com luz e sombra e cenas impactantes focando nas expressões dos personagens.

A edição da Darkside ter um ótimo acabamento, a única cor que encontrada na HQ é o rosa no arame farpado ilustrado na página de guarda e o maior destaque é a capa que diferente da edição importada relançada com a capa inspirada no filme. A editora trouxe uma capa exclusiva para edição brasileira, mas infelizmente pecou em não fazer marcações nos diálogos em alemão/russo, jargões e siglas explicadas no glossário que ficou escondido no final da Graphic Novel.



Diferente da adaptação em longa metragem produzida por Charlize Theron com cenas de ação em plano sequência de tirar o fôlego, a Graphic Novel traz diálogos mais carregados, tendo apenas uma cena rápida de conflito corpo a corpo. Atômica é uma ótima HQ para quem está procurando uma história de espionagem habituada na guerra fria.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

Mangá | Your Name

Mangá | Your Name

Depois de alguns meses sem novidades, além das mais de dez edições mensais que a JBC costuma publicar, em agosto tivemos o lançamento do primeiro número de Your Name. Adaptação feita por Ranmaru Kotone do longa metragem animado de sucesso feito por Makoto Shinkai e que em breve deve estrear nos cinemas brasileiros.

Quem nunca quis ser outra pessoa? Pelo menos experimentar por um tempo ser alguém que não somos, e não estou falando de simples empatia, mas viver uma outra vida. Ok, a história não é nenhuma novidade, cansamos de ver filmes na Sessão da Tarde onde a mãe troca a mente com filha, o pai com o filho, o cachorro com seu dono ou milhares de outras combinações. Normalmente esse plot é tratado pelo gênero da comédia e termina com uma lição de moral, mas e se a mente que trocamos pertencer a nossa alma gêmea que ainda nem conhecemos? Com vocês: Your Name.

 

A história se desenvolve a partir do pedido para um cometa onde, no dia seguinte da passagem deste astro, um garoto de Tokyo e uma garota do interior do Japão começam a trocar de corpo, dia sim, dia não. Mitsuha e Taki passam a conhecer vidas tão diferentes daquelas que estão acostumados e precisam se adaptar a elas e resolvem deixar mensagens para se conhecerem.

A história de troca de corpos, em especial a forma como ela é conduzida, já apresenta uma boa narrativa que prende o leitor. Mas o plot twist ao final do primeiro volume exige ao leitor que continue a ler Your Name, a história é muito mais misteriosa que essa simples trama apresentada até o momento. O que nos leva a pensar em realidades paralelas ou temporalidades diferentes, as respostas para essas lacunas só na próxima edição.

Your Name é uma ótima escolha para aqueles que têm medo de se aventurar em quadrinhos orientais por serem longos ou correm o risco daqueles chatos hiatos de publicação. Isso por que a história se completa em apenas três edições que serão publicadas até o fim do ano pela JBC, eu preferia que fosse mensal, mas faz parte de uma estratégia de venda que intercala com outro mangá curto que foi lançado em setembro, Samurai 7, este com apenas duas edições.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

Chapéu do Presto Especial | A Realeza | Mestres da Guerra

Chapéu do Presto Especial | A Realeza | Mestres da Guerra

Bem-vindos a mais um Chapéu do Presto, no programa de hoje vamos falar um pouco sobre Reazela… Ou melhor, Realeza… Pois é, a Panini fez uma cagada na lombada e inventou uma palavra. Mas não se deixem levar por esse erro, ele é grave, mas o contudo não sofre de tantos erros.

Essa minissérie da Vertigo foi publicada originalmente em seis partes, ótima notícia, pois aqui saiu tudo de uma só vez nesse encadernado. Tem roteiros de Rob Willians, arte de Simon Coleby, cores de JD Mettler e arte final dividida entre o próprio Simon Colleby nas três primeiras edições, e nas três últimas com Gary Erskine.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

Filme | O Clube dos Cinco | Análise

Filme | O Clube dos Cinco | Análise

Texto por: Augusto Filho

Fala jovens, blz?!

Vamos viajar no tempo e falar sobre um dos filmes clássicos dos anos 80   O CLUBE DOS CINCO. A década de 80 foi responsável pelo surgimento de inúmeros filmes “adolescentes” ou high school que marcou na vida de muitas que assistiam na Sessão da Tarde. O Clube dos Cinco se destaca por apresentar esse gênero de forma um pouco diferente do que era apresentado na época. John Hughes, roteirista e diretor que marcou esse período com clássicos da comédia adolescente como Gatinhas e Gatões e Curtindo a Vida Adoidado, realizou aqui uma de suas maiores obras.

A sinopse é bem simples: cinco estudantes são mandados para a detenção, cada um representa um tipo diferente de colegial: o nerd, o esportista, o valentão, a patricinha e a garota bizarra. Passar pleno sábado dentro do colégio soa horrível, assim, tentam enganar o diretor e se divertir dentro do colégio, onde começam a compartilhar sentimentos e descobrir que, apesar de diferentes, todos eles possuem mais coisas em comum do que imaginam.

O longa tem um excelente desenvolvimento dos personagens, todos muito bem trabalhados e equilibrados. Os personagens são bastante carismáticos, onde o telespectador consegue se ver em todos aqueles jovens e simpatiza até mesmo com o “malandrão” de John Bender. (Judd Nelson , que fez uma grande atuação e roubou quase todas cenas do filme). O filme se passa no clima bem simples e divertido, interessante que os personagens deixam o ambiente bastante confortável.

A melhor cena do filme ocorre no momento em que os personagens começam um diálogo no chão da biblioteca, e o mais surpreendente: foi total improvisações dos atores, cada um falou de seus dramas, traumas e problemas com os pais, algo que era muito comum entre os adolescentes da época em que o filme foi lançado, e continuam sendo comuns até hoje passam!

Hughes escreveu o roteio em dois dias, um roteiro simples e muito bom.

O Clube dos Cinco, como já falei, é um filme simples, mas totalmente incrível, não tenho nem muito que dizer, apenas que vocês assistam. O filme já foi escolhido como um dos 500 filmes melhores filmes de todos tempo, pela revista Empire de 2008. Vou falar mais uma vez, ASSISTAM ESSE CLÁSSICO.

É isso jovens, espero que vocês tenham gostado, FLW FLWS até mais…

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos até 07 de Outubro/17

Quadrinhos | Financiamentos coletivos | Projetos até 07 de Outubro/17

Mais um domingo e mais projetos super interessantes no Catarse. Confira:

Salto

 

Salto é uma Fantasia Steampunk, escrito e desenhado por Raphael Câmara Pinheiro na França quando morava em Angoulême em seus estudos sobre a nona arte.

O livro conta a história de Nu, um habitante de uma cidade subterrânea onde todos são feitos de fogo. Eles vivem nessa cidade por medo da chuva que assola o mundo exterior e dependem de uma fábrica de oxigênio para manter suas chamas acesas.

Depois de testemunhar algo que não devia, Nu é obrigado a deixar a civilização e se aventurar na caverna onde descobre um segredo que pode mudar a vida de toda a cidade.

O primeiro capítulo dessa história foi publicado numa antologia na França no primeiro semestre de 2017, agora eu pretendo usar o Catarse para trazer o projeto para o Brasil.

Autores:    Raphael Câmara Pinheiro
Tamanho:  21 x 28 cm
Número de páginas: 96
Último dia: 01/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 40,00

Link: https://www.catarse.me/salto_steampunk?ref=ctrse_explore_featured

A Samurai – Primeira Batalha

Michiko é uma jovem que foi vendida ainda bebê para o okiya (a casa das gueixas) para ser treinada como uma delas. No entanto, seu maior sonho é encontrar a verdadeira família e, para realizá-lo, ela decide quebrar as regras da sociedade japonesa, estratificada e machista, para tornar-se uma samurai.

Nesta HQ, encontraremos uma Michiko adolescente e inexperiente, que acabou de ingressar para o exército do daimyou (senhor feudal) Toyotomi. E, antes mesmo que ela pudesse refletir sobre como agir, a samurai iniciante é colocada em uma arriscada batalha que trará consequências irreversíveis para a sua vida.

Autores:    Mylle Silva (roteiro)
Renata Nolasco, Mary Cagnin, Chairim Arrais, Má Matiazi, Jéssica Lang (Arte)
Tamanho:  15 x 21 cm
Número de páginas: 64
Último dia: 06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 25,00

Link:       https://www.catarse.me/asamurai-primeira-batalha?ref=ctrse_explore_featured

As histórias mais sem graça do mundo

 

Com uma narrativa que transita entre as histórias em quadrinhos e o texto de stand-up comedy, As histórias mais sem graça do mundo aborda temas como a vida universitária, ser professor da rede pública, obesidade infantil, bullying, música, polidactilismo, trânsito, gourmetização, contos de fadas, arte contemporânea, cinema, relacionamentos, programa da Fátima, como é ser um bosta, MMORPG… Entre outros assuntos cotidianos, sempre com as piores piadas possíveis. Afinal, as piadas ruins é que são boas.

As histórias mais sem graça do mundo nasceu na página homônima no Facebook em setembro de 2016. Com tiras postadas toda segunda, quarta e sexta e textos de humor toda terça, hoje a página contém cerca de 150 000 seguidores. A proposta do projeto é reunir as melhores publicações em um livro de 144 páginas.

Autores: Edegar Agostinho
Tamanho: 15 x 15 cm
Número de páginas: 144
Último dia:  06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 25,00

Link:  https://www.catarse.me/semgraca?ref=ctrse_explore_featured

Um Começo

“Um Começo” é a nova HQ de Wesley Samp. Após dez anos dedicado às tiras para internet, o autor prepara sua primeira história longa neste quadrinho inédito.

O livro utiliza personagens de sua primeira série de webtiras, Os Levados da Breca, e conta a história de Paulo, um garoto ranzinza que precisa lidar com as mudanças que ocorrem na sua rotina com a chegada de um novo vizinho.

Os Levados da Breca é a minha primeira série de tiras em quadrinhos. Publicadas na internet desde 2007, as histórias trazem, com bom humor, um olhar crítico sobre a sociedade, política e comportamento. Tudo isso sob a perspectiva de um grupo de crianças, especialmente Paulo e Wes, dois amigos com visões antagônicas sobre o mundo.

Os Levados da Breca também foram publicados em diversos livros, jornais e revistas. Em 2016 as tiras foram compiladas na coletânea impressa “As filosofias de recreio de Paulo e Wes”, indicada ao Troféu HQMIX de melhor publicação de tiras.

Autores:  Wesley Samp
Tamanho: 25 x 17 cm
Número de páginas: 40
Último dia: 06/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 15,00

Link:      https://www.catarse.me/loveofthedead?ref=ctrse_explore_featured

Love of the Dead

George é um zumbi que vive numa monótona horda de mortos vivos. Mas ele é um pouco diferente. Ao invés de dilacerar corpos e devorar cérebros, a única coisa que George quer é encontrar alguém para amar. Nessa busca, ele passa seus dias perambulando a procura de alguém que retribua esse sentimento. Mas um dia, George resolve dar um passo além de sua vizinhança à procura de seu grande amor. É aí que nossa aventura começa. Acompanhe nosso amigo nessa jornada cheia de amor, romance, descobrimento e, claro, miolos.

Autores: Werllen Holanda
Tamanho: 23 x 17 cm
Número de páginas: 46
Último dia: 07/10/2017
Recompensa mais básica com livro físico: R$ 30,00

Link:      https://www.catarse.me/loveofthedead?ref=ctrse_explore_featured

 

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

Chapéu do Presto Especial | Velho Logan | Edições 5 a 12

Chapéu do Presto Especial | Velho Logan | Edições 5 a 12

Bem-vindos a mais um Chapéu do Presto, no programa de hoje conheça as primeiras edições da mensal do Wolverine pós Guerras Secretas. Aproveitando o sucesso do personagem criado por Mark Millar em 2008 e retomado pela Marvel na saga Guerras Secretas, a Panini resolveu lançar uma mensal com o personagem.

Não se preocupe, embora estampe na capa o número cinco, esta é a primeira edição da mensal pós Guerras Secretas. Reunindo as mensais americanas Old Man Logan com Jeff Lemire nos roteiros e, Andrea Sorrentino na arte; e All-New Wolverine, estrelando a ex X-23, com roteiros de Tom Taylor e arte de David Lopez.

Comentários

Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio




Copyright © 2017 Tapioca Mecânica.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Luke Design Studio

12